Espanha: Luis Díaz-Scharff

Advogado. Membro da Ordem dos Advogados de Madrid (2006) e da Ordem dos Advogados de Lima (1996).

Obtém a Licenciatura em Direito pela Universidade de Valladolid, Espanha (2005) e pela Universidade de San Martin de Porres, Lima – Peru (1993). Conclui com sucesso o Máster em Direito Comunitário Europeu na Universidade Complutense de Madrid (1998) e o LL.M. Direito Espanhol na Universidade de Valladolid (2005). No ano de 2001 obtém o Diploma de Estudos Avançados (DEA) em Direito Internacional Contemporâneo na Universidade de San Pablo, CEU de Madrid, e em 2010 o Diploma em Direitos Humanos na Universidade de Estrasburgo, França.

No período compreendido entre 1993 e 1997 aprofunda a sua actividade jurídica nas áreas do direito processual, penal, direitos humanos e direito civil em prestigiosos escritórios de advogados de Lima. A partir de 1996 exerce a actividade de consultor legal em escritórios de advogados de Madrid, salientando entre eles o escritório “Aguilar e Siles” e “Transiber S. L.”, nos quais presta serviços jurídicos nas áreas do direito administrativo, penal, civil, comercial, imigração e dos estrangeiros no direito espanhol e comunitário europeu.

Optou pelo aperfeiçoamento académico através de diferentes cursos de integração regional. Tem desenvolvido a sua carreira profissional no âmbito da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), quer na sede (Madrid-Espanha), quer no âmbito latino-americano (Montevideu e Santa Cruz de la Sierra).

Nos últimos 10 anos tem adquirido uma rica e vasta experiência na implementação de acções orientadas para a prossecução de objetivos e alvos na área da cooperação internacional e desenvolvimento. Foca a sua actividade profissional na América Latina, nas Caraíbas e no espaço lusófono, nos quais implementa uma forte componente no que diz respeito à interlocução institucional dos diferentes órgãos de integração regional americano e das respectivas administrações públicas.

Tem vasta experiência na área da governabilidade democrática. Fortemente capacitado no âmbito da identificação e gestão de projectos e programas, da planificação, programação e elaboração dos planos operativos, a sua respectiva monitorização, e da definição das linhas estratégicas, e na consequente participação na celebração de comissões mistas, nas reuniões de acompanhamento e na avaliação e negociação.

 

Línguas de trabalho: O espanhol e o inglês. Tem conhecimentos da língua portuguesa.