Peru: Humberto Flores Arévalo

Advogado. Membro da Ordem dos Advogados de Lima-Peru (1994) e do Centro de Arbitragem da Ordem dos Advogados de Loreto (Peru).

Obtém a Licenciatura em Direito na Universidade de San Martin de Porres, Lima-Peru (1993) e  o Máster em Gestão Pública na Universidade Politécnica da Catalunha, Barcelona-Espanha, é-lhe outorgado o Diploma de Especialização em Direcção da Gestão Pública, na Universidade de Ciências Aplicadas, Lima-Peru. Frequentou e aprovou com sucesso o curso de Pós-graduação em Contratações Públicas e Arbitragem, na Universidade de Trujillo, Peru. Igualmente frequentou e obteve os respectivos diplomas dos cursos de Alta Direcção nas áreas do gás e do petróleo (Instituto Argentino do Petróleo e do Gás – Buenos Aires, Argentina) e nos métodos de controlo de materiais nucleares e radioactivos (Organismo Internacional de Energia Atómica – OEIA).

É árbitro certificado pelo Centro de Arbitragem da Pontifícia Universidade Católica do Peru. Exerce funções de advogado no sector privado, nomeadamente em empresas representativas do tecido empresarial peruano: SGS -Sucursal Peru (Société Generalle de Surveillance), Presidente do Tribunal de Arbitragem, Bayer do Peru, Laboratórios Roche, Indústrias Unidas do Peru, Universidade Científica do Sul, Caixa da Previdência do Pescador, Investimentos Imobiliários Mediterrâneo, etc. Na administração pública desempenhou responsabilidades inerentes à função de Assessor Jurídico na empresa gestora do aeroporto de Lima (Corpac – Corporação Peruana de Aeroportos e Aviação Civil), na Alta Direcção, sob alçada do Gabinete do Ministro de Energia e Minas, no Serviço de Parques de Lima (Câmara Municipal de Lima) e ao cargo de Secretário-geral do Instituto Peruano de Energia Nuclear (IPEN). É docente universitário das seguintes disciplinas: Direito Processual Civil e Direito Administrativo na Faculdade de Direito da Universidade Científica do Sul (Lima-Peru).

Tem uma vasta experiência nas áreas do investimento, direito administrativo, direito processual e do direito do petróleo e do gás.

Línguas de trabalho: Espanhol e inglês.